quarta-feira, 2 de abril de 2008

De volta


clique na imagem para ampliar

OBJETIVO: falar da reencarnação e a importância da família.

MATERIAL: o desenho

COMO APLICAR: você deve apoiar sua aula no Livro dos Espíritos para aprofundar e esclarecer cada situação mencionada na história.
O desenho ilustra várias encarnações de dois espíritos. Inicia-se há muito tempo atrás, na época das batalhas de corpo-a-corpo, lutas sangrentas, onde o seu término era determinado pela morte do opositor. Você pode iniciar a primeira encarnação com a história de Davi, do Antigo Testamento. Davi e Urias se encontram pela primeira neste período. Motivado pela cobiça, Davi manda Urias, um de seus melhores oficiais, para a frente de batalha e o mata. Quando Urias chega ao plano espiritual e toma conhecimento do verdadeiro motivo de sua morte, que é Davi se casar com sua esposa Betsabá, uma corrente de ódio e vingança se estabelece. Motivado para uma nova reencarnação, a justiça divina permite que os dois espíritos se encontrem novamente. Já em novos corpos, ligados por correntes invisíveis, os dois se encontram numa nova oportunidade de refazerem sua história, mas prevalece o sentimento mesquinho e endurecido de ódio e, com isso, eles acabam se matando um ao outro. Os séculos passam, os anos se sucedem e diversas oportunidades de reencontro são oferecidas, acompanhadas de perto por seus Mentores, mas eles falham sucessivamente. Em um determinado momento, os Mentores propõem que eles reencarnem como irmãos e solicitam 'aquele espírito Betsabá, que um dia foi o motivador do início da discórdia entre os dois, para ser uma futura mamãe. Em desdobramento durante o sono, Betsabá, seu próprio Mentor e os dois Mentores acertam tudo de comum acordo. Tempos dois, uma família é estabelecida, onde dois irmãos estão em constante atrito. Favorecidos todos pelo esquecimento do passado, ali está a grande oportunidade de se criar uma corrente formada pelo perdão e pelo amor.

Um comentário:

Janaína disse...

Olá amiga! Parabéns por seu blog! Maravilhos encontrar pessoas como vc que não se importam em compartilhar essas maravilhas pedagócias. Muitas vezes nos encontramos sem novas idéias para aplicar em aula, e nessa troca, encotramos novas fontes de inspiração. Encontrei seu blog numa busca que fiz no google em busca da história do Carneiro Revoltado, e além de a encontrar encontro tb as imagens!!! Acredito que não se importe em eu usálas: será uma atividade na biblioteca de nossa evangelização, fareia contagem da história a alunos entre 7-10 anos e usarei diversos tipos de atividades, incluido suas imagens. Passarei mais vezes para trocar idéias e mostrar como foi minha atividade. Grande abraço de uma companheira de Evangelização (no RS - Porto Alegre).